As juventudes que vão transformar o Brasil - TV USP - 9/11/2006

09/11/2006 02h00

O Olhar da USP analisa as novas juventudes brasileiras em seus questionamentos mais intensos: a importância do corpo, o individualismo, o consumismo, a internet e o desemprego; e dá dicas de para onde os jovens vão levar o país.

O programa estréia na quinta-feira, 9 de novembro, às 21h, no canal 11 da NET ou 71 da TVA.

As juventudes que vão transformar o Brasil

No Olhar da USP “Juventudes” - o terceiro programa da série especial com o instituto DNA Brasil -, jovens, artistas e intelectuais analisam a cara das novas juventudes brasileiras sem a visão preconceituosa das velhas gerações. “Eu acho que esta juventude avançou no sentido de que caíram muitas ilusões, como as ilusões revolucionárias, de salvar o mundo, de realizar uma revolução. E isso é positivo”, avalia o historiador Boris Fausto.

Sem uma “causa” por que lutar, muitas pessoas acreditam que os jovens se voltaram ao individualismo. Mas esse comportamento é colocado em cheque pela happer Janaína Oliveira e pelo psicanalista Jorge Forbes. Os entrevistados também dão sentido a algumas atitudes aparentemente inexplicáveis da juventude, como participar de festas “rave” ou usar gírias do tipo “tá ligado”.

Esses jovens são os primeiros a serem criados em um ambiente globalizado e completamente conectado pela internet, que é analisado pela escritora Fernanda Young. Já o economista André Urani fala do desemprego, um dos maiores temores dessa geração. “Não existe mais uma profissão a sua espera, em que você vai entrar e ficar nela até o final da sua vida”, adverte. Para encerrar, o que todos podem aprender com essa juventude e para onde ela deve levar o País.

A série DNA Brasil

Para fazer essa série, a equipe do Olhar da USP entrevistou 22 intelectuais, líderes e artistas brasileiros e internacionais que participaram do evento DNA Brasil, em setembro deste ano (www.dnabrasil.org.br). Foram produzidos quatro programas com objetivo de fazer um diagnóstico do País, pensar soluções para problemas e apontar tendências em áreas consideradas estratégicas para a melhoria de vida do brasileiro: educação, economia, distribuição de renda, juventude, meio-ambiente, movimentos sociais, tecnologia e cultura.

Olhar da USP

O Olhar da USP é um programa semanal da TV USP, com meia hora de duração. Nele, convidados fazem uma conversa aprofundada sobre temas de atualidade com um enfoque alternativo ao de outras mídias. A estréia é às quintas-feiras, 21h, no canal Universitário (11 da NET ou 71 da TVA).

Serviço: Olhar da USP – Juventudes
Estréia dia 9 de novembro (quinta-feira), às 21h
Reprises: sexta-feira às 8h; sábado às 8h; domingo às 21h; segunda às 14h30;
terça às 3h30 e às 14h30; e quarta-feira às 8h.

Mais informações:
TV USP: www.usp.br/tv
DNA Brasil: www.dnabrasil.org.br

Entrevistados:
Alexandre Kalache – diretor do Programa de Envelhecimento e Saúde da OMS
André Urani – economista, professor da UFRJ e diretor Executivo do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets)
Bernardo Sorj – sociólogo e professor da UFRJ
Boris Fausto – historiador e professor aposentado da FFLCH USP
Cristiano Mascaro – fotógrafo
Fernanda Young – escritora
Gersen Baniwa – líder indígena
Janaína Oliveira – rapper e documentarista
Jorge Forbes – psicanalista